Mau hálito em cachorro ou halitose (como também é chamado) é algo bem comum. Quem tem cachorro em casa sabe que, vira e mexe, a gente se depara com o problema. Contudo, pode ser evitado ou, pelo menos, amenizado com algumas medidas.

Alguns tutores acham que se trata de uma característica comum do animal e acabam não dando tanta importância. Porém, o mau hálito pode ser indício de algum problema de saúde do pet — como falta de higienização, problemas de tártaro e até infecção. Por isso, vale conferir o problema com o veterinário de seu animal!

Neste post, vamos abordar os motivos que podem causar mau hálito em cães, bem como algumas ações para solucionar o problema. Acompanhe!

O que pode causar mau hálito em cachorro?

Alguns fatores podem ocasionar a halitose em cães. Confira, a seguir, os principais:

  • gengivite: é uma infecção bacteriana das gengivas. É causada pelo acúmulo de bactérias, como a placa bacteriana. A falta do devido tratamento pode causar até a perda do dente;
  • placa bacteriana: ocorre inicialmente pelo acúmulo de resíduos nos dentes dos cães que não fazem higienização bucal. O resultado é a formação de uma crosta;
  • tártaro: com o tempo, a placa bacteriana sofre mineralização sob a ação do cálcio presente na saliva do pet, originando o tártaro — principalmente nos molares e pré-molares do cão.

Como acabar com o mau hálito em cão?

Algumas providências são necessárias para manter a saúde bucal de seu cão e, dessa forma, evitar a halitose. Confira as mais importantes!

Higienize diariamente a boca do seu cão

Apesar de alguns donos negligenciarem esse procedimento, a higienização diária dos dentes dos cães pode evitar a formação das placas bacterianas e tártaro, causadores do mau hálito. Existem cremes dentais especiais e escovas para cachorros.

Faça a retirada de tártaro

Quando já existe a formação de tártaro na boca de seu cão, a única alternativa é levá-lo ao veterinário para a retirada. O procedimento envolve uma raspagem nos dentes de seu animal de estimação. Se não houver essa medida, o problema pode evoluir para uma gengivite — que é algo mais sério.

Sirva uma boa alimentação

alimentação do cão pode refletir na saúde bucal. O ideal é oferecer ao cão rações secas, já que elas contribuem para evitar a formação de tártaro e placas bacterianas.

Ofereça petiscos e brinquedos para o cão

Alguns petiscos, como também brinquedos especiais, contribuem para a saúde bucal dos cães, evitando a formação de tártaro. Na verdade, esses produtos são criados para isso mesmo: limpeza dos dentes e fortalecimento das gengivas.

Utilize produtos extras para a limpeza dos dentes

Existem em pet shops boas opções de produtos para manter a boca de seu cão o mais limpa e cheirosa possíveis e bem distante das temíveis bactérias. Como exemplo, temos enxaguantes bucais, pasta de dente, entre outros.

Leve seu cão para fazer consultas periódicas com o veterinário

Entre seis meses e um ano, leve seu pet periodicamente ao veterinário de sua confiança para um check-up, em que se inclui a averiguação da saúde bucal, que é a avaliação dos dentes e gengivas do animal de estimação.

Como você pôde conferir neste artigo, para evitar o mau hálito em cachorro e manter a saúde bucal de seu pet, bastam algumas medidas simples. Siga nossas sugestões e mantenha o seu animal de estimação sempre saudável!

Você gostou deste texto sobre halitose em cães? Aproveite, então, para assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá nossas atualizações na sua caixa de entrada! Estamos constantemente produzindo conteúdos interessantes para nossos assinantes!