Escolher a melhor ração para cães nem sempre é uma tarefa fácil. Afinal enquanto alguns tutores acabam se deixando levar pelo preço ou optando por aquelas em maior quantidade em vez das recomendações do produto, há aqueles que cedem aos pets e oferecem alimentos caseiros aos bichinhos.

Como resultado, os animais podem sofrer de deficiências nutricionais ou pior: ingerirem ingredientes que o organismo deles não conseguem digerir e sofrerem com reações alérgicas e intoxicações.

Por essa razão, é tão importante eleger uma ração adequada e balanceada e estar atento às especificações dela. Foi pensando nisso que reunimos algumas dicas práticas para lhe ajudar a escolher a versão ideal para o seu cachorro. Confira!

Leve em conta a idade do pet

Nossa primeira dica é bastante simples e útil: escolha a melhor ração para cães de acordo com a idade do seu pet. Isso porque cada versão disponível no mercado é voltado para atender às necessidades nutricionais que cada faixa etária possui.

Por exemplo, o cardápio diário de um filhote deve conter nutrientes, como proteínas, betacaroteno, cálcio e fósforo, que auxiliam no desenvolvimento ósseo, no equilíbrio da flora intestinal e no fornecimento de energia.

Em contrapartida, a de um sênior terá foco em nutrientes, como fibras, vitamina E e glucosamina, que atuarão na prevenção de doenças nas articulações do bichinho, no retardamento do envelhecimento e na regulação do trato intestinal.

Não se esqueça do porte do animal ao escolher a melhor ração para cães

Além da idade, é de extrema importância que você considere outro fator determinante na hora de escolher a ração para o seu cachorro: o porte dele.

Afinal, cães pequenos e grandes não devem ser alimentados da mesma forma, pois a quantidade energética necessária para cada um ao longo do dia é diferente.

Caso essa diferença fisiológica não seja respeitada e uma dieta inadequada seja oferecida ao bichinho, as chances de problemas, como obesidade, artrite e distúrbios musculares, aumentarão exponencialmente afetando o bem-estar, a saúde e a qualidade de vida dele.

Fique atento se o cão possui alguma alergia alimentar

Por fim, ao escolher a melhor ração para cães, esteja atento se o seu amigo de quatro patas possui alguma alergia alimentar. Isso porque assim como os humanos, os pets também podem apresentar uma hipersensibilidade a algumas proteínas presentes na composição de um ou mais alimentos, inclusive na ração comum.

Logo, ao ingerirem a comida eles podem apresentar, além de vômitos e diarreia, reações tópicas, como coceira, irritação cutânea e pele avermelhada.

Nesses casos é indispensável que a dieta canina seja repensada com ajuda de um veterinário e o cardápio diário dele seja composto por uma ração hipoalergênica, ou seja, sem a presença do agente causador nos ingredientes com os quais é feita.

Como você leu, a integridade física e o bem-estar do seu amigão está diretamente ligada à qualidade da alimentação dele. Por isso, não abra mão de escolher a melhor ração para cães para proporcioná-lo refeições equilibradas e adequadas às necessidades que ele possui.

E se você quiser conferir outras dicas sobre o universo canino não deixe de nos seguir em nossas redes sociais, Facebook e Instagram!