Os bichanos são muito independentes e asseados, por isso, é essencial disponibilizar uma caixa de areia para gatos para que ele possa fazer suas necessidades. Mas não basta escolher a caixa de areia certa se você não posicioná-la de maneira adequada e ainda escolher o melhor tipo de areia a ser utilizada.

Neste post, você vai aprender como escolher esse item, qual o melhor modelo, tamanho, onde posicioná-lo e, claro, qual melhor areia para o seu bichano. Confira!

Escolha o tamanho certo

Existem no mercado inúmero modelos e tamanhos de caixa de areia para gatos. Mas, afinal, qual é a diferença e qual a melhor escolha? Muitos tutores compram uma caixa de areia pequena pensando ser a melhor escolha para o filhote. Contudo, não é bem assim. 

É bom lembrar que os filhotes crescem muito rápido, com isso, a vida útil da caixa de areia pequena é bem restrita. O ideal é fazer a escolha por um caixa de areia de tamanho médio a grande, que terá muito mais tempo de uso.

Opte pelo modelo mais prático

Outro ponto importante na hora de escolher a caixa de areia para gato é avaliar bem o modelo. Os designs diferenciados com certeza vão deixar sua casa cheia de estilo, mas será que são mesmo as mais indicadas para trazer conforto ao seu bichano? Muitas vezes, não.

O ideal é que a caixa de areia seja de formato simples, sem muitos detalhes e cantos, que dificultam a limpeza. E é sempre bom lembrar que os gatinhos são muito exigentes com esse aspecto. 

Se você quer acessórios mais diferenciados e com um design mais original, deixe para outros elementos como a caminha, almofadas e arranhadores. 

Avalie a caixa de areia aberta ou fechada

Quem já tem felino há um bom tempo sabe que o drama da areia espalhada pela casa é real. Para evitar esses problemas, já existem modelos de caixa de areia fechados que, além de evitar a sujeira — e deixar as necessidades dele cobertas —, dão mais privacidade ao bichano. Contudo, vale ressaltar que a higienização dessa peça é mais complicada e demanda mais tempo do tutor.

Mas, se a areia espalhada não é um problema na sua casa, existem também os modelos abertos, mais simples e mais baratos, também. Elas são fáceis de limpar, mas vale lembrar que o xixi e o coco do bichano fiquem à mostra, o que pode causar mau cheiro na casa.

O mais legal — se possível — é disponibilizar ambos os modelos para que o próprio bichano escolha aquele que se sente mais confortável. Caso contrário, opte pela praticidade!

Acerte na quantidade de caixas de areia

Pouco adianta investir na melhor caixa de areia se você não disponibilizar um número adequado para seu bichano.

Para acertar nessa escolha, você deve ter em mente o número de gatos existente na casa: se for somente um, uma a duas caixas de areia serão suficientes para que ele possa fazer suas necessidades com tranquilidade. Já se a casa conta com dois bichanos ou mais, o ideal é, pelo menos, uma caixa para cada animal e uma de reserva.

Saiba como usar a areia

A experiência do felino ainda não será boa caso a caixinha escolhida esteja com a areia de baixa qualidade. Para evitar esse quadro, o mais correto é optar por uma areia de boa qualidade, que não machuque a patinha do seu pequeno, não tenha elementos químicos tóxicos que prejudiquem a saúde e que consiga controlar os odores. 

Além disso, a caixa deve estar sempre limpa. O ideal é tirar os dejetos todos os dias, lavando o acessório uma vez por semana. Assim, evita-se o mau cheiro e que seu bichano prenda o xixi ou coco por muito tempo — lembre que eles não costumam fazer suas necessidades em areias sujas, e isso pode causar problemas urinários sérios.

Com essas dicas, com certeza você poderá escolher corretamente a caixa de areia para gatos, e garantir, assim, a saúde e bem-estar do gatinho.

Gostou do nosso artigo? Então, conheça 5 brinquedos encantadores que seu felino vai amar!