Assim como nós, os animais também desenvolvem afecções oculares e precisam de cuidados específicos. Estamos vivenciando uma realidade em que a expectativa de vida dos cães e gatos está cada vez maior, e isso é graças ao avanço da medicina veterinária e suas especialidades. O veterinário oftamologista é o responsável pelo diagnóstico e tratamento de enfermidades nos olhos.

Ficou curioso e quer conhecer mais sobre o assunto? Confira o artigo que preparamos com tudo o que você precisa saber!

Principais doenças

É comum que os pequenos animais — como cães e gatos — manifestem algumas alterações oculares na velhice, como a degeneração de retina, neoplasias oculares e a catarata. Contudo, essas e outras doenças podem acometer os animais em todas as idades.

As doenças mais comuns são:​​

Conjuntivite

Normalmente, a conjuntivite se manifesta como sintoma secundário de algum vírus presente no organismo do animal.

Os sintomas são bem parecidos com a conjuntivite que afeta os humanos, como vermelhidão nos olhos e secreções verdes, brancas ou amareladas, que devem ser constantemente limpas para não causarem mais dor ou incômodo ao coçar os olhos.

Outro sintoma muito comum é a sensibilidade a ambientes claros, seja por iluminação natural, seja artificial.

Se for detectado algum desses sintomas, é aconselhável levar o animal para o veterinário o mais rápido possível para identificar o vírus que está causando a conjuntivite e evitar que o problema torne-se crônico, colocando em risco a vida do seu cão.

Uveíte

A uveíte é uma inflamação que atinge a camada média do olho e pode afetar cães e gatos. Sua causa pode estar relacionada a traumas na úvea, vírus, bactérias ou fungos. Os principais sintomas são dores e olhos avermelhados.

Quando for detectado algum dos sintomas, é indicado que se leve o animal o mais rápido possível ao médico veterinário, pois, se não tratada a tempo, a uveíte pode resultar em catarata ou glaucoma. Seu tratamento normalmente é feito com anti-inflamatórios.

Glaucoma

Conhecida também como hipertensão ocular, o glaucoma é uma doença neurodegenerativa e se caracteriza pela alta pressão intraocular, resultando em perda gradual e progressiva da visão. Quando não tratada, essa doença pode causar cegueira total no olho afetado, então, por mais que não tenha cura, ela pode ser controlada com medicamentos e cirurgia.

Geralmente, o glaucoma é reflexo de alguma outra enfermidade do cão que causa mudanças em sua pressão sanguínea, ou seja, pode ser apenas um sintoma de algo bem maior.​

Catarata

A catarata faz com que haja uma alteração no estado natural da íris e é uma das principais causas de diminuição da visão ou cegueira total em cães. Costuma afetar cães mais idosos e tem mais propensão a se manifestar em determinadas raças, mas qualquer cão está sujeito a ter catarata.

Quando não tratada, evolui para uma espécie de tela branca que obstrui a visão do animal. O tratamento consiste na retirada, de maneira cirúrgica, dessa película opaca do olho.

Sintomas

Como os animais não têm como nos falar o que estão sentindo, como incômodos, dores ou alterações na visão, é preciso ficar atento aos sinais e sempre levá-los a um médico veterinário de sua confiança para realizar exames de rotina e verificar a necessidade de levar seu pet a um veterinário oftalmologista.

Os principais sintomas de uma doença ocular são:

  • olhos fechados ou piscando com frequência;
  • alteração na cor, tamanho ou posição dos olhos;
  • alteração de comportamento;
  • dificuldade para abrir os olhos;
  • lacrimejar muito;
  • mancha ou vermelhidão nos olhos;
  • pupilas de tamanho diferente;
  • esbarrar muito nos móveis ou andar tropeçando;
  • secreção nos olhos (remela);
  • intolerância a ambientes claros;
  • coceira ou desconforto.​

Além das enfermidades listadas, diversas outras doenças sistêmicas podem se manifestar por meio de alterações oculares, como a cinomose, hipertensão arterial, leishmaniose visceral e as hemoparasitoses, que são transmitidas por picadas de carrapato.

Por isso, é importante sempre levar seu animal a um veterinário oftamologista para realizar exames básicos e ver como anda a saúde ocular do seu peludo.

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Entre em contato conosco pelo nosso Facebook! Será um prazer ajudá-lo!